Prémio De Literatura Parque Das Nações / Casino Lisboa 2011

Acesse a outros concursos



REGULAMENTO
Fonte: Site Clube das Nações

Artigo 1.º

1. O Prémio Literário do Parque das Nações (adiante designado “Prémio”), instituído pelo Clube Parque das Nações com o apoio do Casino Lisboa e do jornal Notícias do Parque, pretende divulgar obras inéditas de ficção, no campo da prosa.

2. O Prémio insere-se no Festival Parque das Nações, cuja quarta edição decorrerá no final de Maio de 2011.

3. Desde 2006, é objectivo da Organização atribuir o Prémio anualmente. Pretende-se premiar, em anos diferentes, o género conto ou poesia.

Artigo 2.º

1. O Prémio, em 2011, está aberto a uma obra (conto) por autor. Qualquer autor poderá concorrer, independentemente do local onde resida ou da naturalidade.

2. Apenas serão aceites obras escritas em português.

3. Apenas serão aceites obras inéditas.

4. Os contos concorrentes serao em tema livre.

5. Os contos devem ter entre quinhentas e cinco mil palavras.

Artigo 3.º

1. Para concorrer, cada autor deve enviar por correio quatro exemplares impressos, assinados com pseudónimo. Simultaneamente, deve enviar, dentro do mesmo envelope, outro envelope fechado, com a identificação do autor (nome, endereço e telefone ou email) no interior e o pseudónimo utilizado no exterior.

2. A morada para envio das obras concorrentes é a seguinte: Prémio Literário Parque das Nações / Casino Lisboa — 2007 | Rua Sinais de Fogo, Lt. 3.14.04H, Escritório B| Parque das Nações |1990- 605 Lisboa.

3. O prazo de recepção dos contos termina no dia 15 de Março de 2011, sendo válido o carimbo do correio.

4. No momento da recepção de cada conto, a organização guarda em lugar seguro os envelopes de identificação fechados e distribui pelo júri os exemplares enviados.

5. Os envelopes e os exemplares são numerados pela rganização de forma a permitir fazer a correspondência futura entre os poemas distinguidos e os autores, mesmo no caso de pseudónimos iguais.

Artigo 4.º

1. O júri será constituído por três pessoas ligadas à área da literatura, escolhidas pela Associação de Moradores e Comerciantes do Parque das Nações, pelo Casino Lisboa e pelo Notícias do Parque, cujos nomes serão divulgados, o mais tardar, durante a cerimónia de entrega dos prémios.

2. O Presidente do Júri é escolhido pela Associação de Moradores e Comerciantes do Parque das Nações e não tem direito a voto.

3. Nenhum membro do júri ou da Direcção da AMCPN – Associação de Moradores e Comerciantes do Parque das Nações, pode participar neste Prémio.

4. O júri obriga-se a excluir à partida qualquer obra cuja autoria seja possível determinar antes da abertura do envelope de identificação ou que não obedeça aos critérios do presente regulamento.

5. A deliberação do vencedor e das menções honrosas será feita através de reuniões ou contactos informais entre os membros do júri. O Presidente do Júri marcará uma reunião para a decisão final.

6. Só após esta reunião e na presença do documento com a deliberação final do júri, poderá a organização abrir os envelopes de identificação dos autores.

Artigo 5.º

1. Será atribuído um prémio, não sendo possível atribuir prémios ex-aequo.

2. O júri pode deliberar atribuir até cinco menções honrosas.

3. O júri pode deliberar não atribuir o prémio por falta de qualidade literária das obras ou por nenhuma obra obedecer aos critérios deste regulamento. Neste caso, não há lugar a menções honrosas.

4. O prémio consistirá, no mínimo, em mil euros e na publicação do conto (até 2012), no jornal Notícias do Parque.

5. As menções honrosas serão divulgadas pela organização, reservando-se a mesma o direito de as publicar nos termos do Artigo 6.º deste Regulamento.

6. Os autores do poema vencedor e dos poemas que obtenham menções honrosas serão contactados antes da entrega do prémio.

7. Tanto o prémio como as menções honrosas poderão ser publicados no site da Associação de Moradores e Comerciantes Parque das Nações.

8. O Prémio será entregue durante o Festival do Parque das Nações, a organizar em Maio de 2011 pela Associação de Moradores e Comerciantes do Parue das Nações, em conjunto com várias entidades.

Artigo 6.º

1. Os autores que participam neste Prémio aceitam este regulamento.

2. A Organização terá o direito exclusivo de publicação do poema premiado e das menções honrosas até 2012, tanto em papel como na Internet. Os autores participantes reconhecem ainda à organização o direito a publicar os contos distinguidos em futures colectâneas.

3. Os autores comprometem-se a não publicar os contos enviados até que o vencedor do prémio seja divulgado. O não cumprimento deste ponto levará à exclusão do respectivo conto.

4. Os autores do conto vencedor e das menções honrosas comprometem-se, ainda, a não publicar o mesmo até 2012, sem prejuízo de acordo entre os mesmos e a organização.

5. Sem prejuízo dos números anteriores, os autores mantêm os direitos de autor referentes aos contos enviados.

Artigo 7.º

1. Os exemplares de participações não enquadradas dentro do regulamento ou dos contos que não obtenham o prémio ou uma menção honrosa serão destruídos após a divulgação do Prémio.

2. Não há direito ao retorno dos exemplares aos autores.

Artigo 8.º

1. Os casos omissos serão decididos pela organização.

2. Os casos omissos referentes ao processo de selecção do vencedor ou menções honrosas serão decididos pelo Presidente do Júri.

A Organização do Festival Parque das Nações 2011


Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário