prémio Nacional de Literatura Lions de Portugal



1. Finalidade

O prémio Nacional de Literatura Lions de Portugal, no valor de 2500 euros, destina‑se a galardoar o autor da uma novela inédita. Através deste prémio, a Associação Internacional de Lions Clubes, Distrito Múltiplo 115, patrocinada pela Fundação Lions de Portugal, pretende contribuir e estimular a produção e divulgação desta produção literária inédita junto da população em geral, através da Acão conjunta dos Governadores dos Distritos 115 CN e CS.




2. Apresentação a Concurso

2.1. As obras concorrentes têm de ser escritas em língua portuguesa.

2.2. A apresentação dos originais deverá ser realizada na seguinte forma: texto impresso a dois espaços, não podendo exceder as 200 páginas A4.

2.3. As obras concorrentes serão entregues na Rua Basílio Teles, nº. 17 – 3º. C, 1070‑020, Lisboa, ou na Rua Brito Capelo, 223 A, 4º. Piso, escritório 18 – 4450‑073, Matosinhos, ou enviadas por correio registado para qualquer uma das direções indicadas.

2.4. A data limite para os concorrentes apresentarem ou enviarem os originais será o dia 15 do mês de Março. As entregas em mão deverão ser feitas nos dias úteis até essa data de 15 de Março, das 14h às 18h.

2.5. Por cada obra concorrente serão entregues cinco exemplares da respetiva obra para posterior distribuição pelos membros do júri.

2.6. Os exemplares devem ser entregues em sobrescrito lacrado contendo no exterior um pseudónimo e, no interior, um outro envelope lacrado com a identificação do autor.

2.7. Os exemplares, uma vez entregues aos membros do júri, não serão devolvíveis.



mantenha-se atualizado!



3. Constituição do Júri

O júri é constituído por três personalidades do meio académico e literário, pelo assessor do Distrito Múltiplo 115 para o Prémio Literário e por um representante da Fundação Lions de Portugal.


4. Apuramento e Classificação

4.1. É rigorosamente mantido o anonimato dos concorrentes nos termos seguintes:
O envelope lacrado, com a identificação do autor correspondente à obra premiada, apenas pode ser aberto pelo júri em reunião expressamente convocada para o efeito. Os restantes envelopes lacrados, após a divulgação pública do vencedor, serão entregues aos concorrentes que os reclamarem. Os que não forem reclamados, no prazo de dois meses, após a divulgação pública, serão destruídos.

4.2. Não haverá atribuição de prémios ex‑aequo do Prémio Lions de Portugal, podendo ser, contudo, atribuídas menções honrosas.

4.3. O júri poderá deliberar a não atribuição do prémio.

4.4. A classificação será exarada em ata a homologar pelos Governadores dos Distritos 115 CN e CS, pelo Presidente do Conselho Nacional de Governadores e pelo Presidente da Fundação Lions de Portugal.

4.5. Da classificação homologada não haverá recurso.


5. Publicitação e Entrega do Prémio

5.1. O prémio será publicitado durante o mês de Junho.
5.2. A entrega do prémio decorrerá em cerimónia pública, em data subsequente a comunicar.


6. Publicação da Obra premiada

A obra premiada poderá vir a ser publicada sob os auspícios da Fundação Lions de Portugal, recebendo o autor 10% dos exemplares publicados.


*

Fonte: Associação Internacional de Lions Clube


Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário