Concurso Contos de Terror MOTELx





1. O Concurso Contos de Terror MOTELx visa incentivar novos autores e distinguir as suas obras inéditas em língua portuguesa, no género do terror, através da atribuição de um prémio constituído por um valor monetário e a publicação da obra vencedora.


2. O Concurso é promovido pelo MOTELx - Festival Internacional de Cinema de Terror de Lisboa, em parceria com a ESCRITÓRIO Editora.


3. Em 2015, são admitidos a concurso “contos de terror” em língua portuguesa, inéditos, de autoria individual ou colectiva, de candidatos de qualquer nacionalidade e sem obra no género do terror anteriormente publicada.


4. A obra vencedora tem direito a um prémio pecuniário único no valor de 500 € (quinhentos euros) e à publicação da obra em parceria com a ESCRITÓRIO editora, aceitando para o efeito o respectivo autor a celebração, a título gratuito, de um contrato de cedência dos direitos de autor relativos à obra a publicar, para uma ou mais edições, em papel ou em ebook e em regime de exclusividade para Portugal e estrangeiro.


5. O prémio pode não ser atribuído caso se conclua não existir a qualidade mínima exigida pelo júri, bem como pode o júri entender atribuir menções especiais, num máximo de três, caso entenda que para além da obra premiada outras concorrentes mereçam também ser distinguidas pela sua qualidade. Também nestes casos os autores deverão celebrar para o efeito, a título gratuito, um contrato de cedência dos direitos de autor relativos à obra a publicar, para uma ou mais edições, em papel ou em ebook e em regime de exclusividade para Portugal e estrangeiro.


6. O júri é composto, sempre em número ímpar, de 3 a 5 jurados, por membros designados em comum acordo pelo MOTELx e pela ESCRITÓRIO editora.


7. O júri reunirá as vezes que julgar necessárias e deliberará nos 60 dias seguintes ao prazo final das candidaturas.

7.1 A deliberação do júri, da qual não cabe recurso, será tomada por unanimidade ou por maioria simples, excluindo-se sempre a hipótese de abstenção.

7.2. O anúncio da sua decisão será publicada no site oficial do MOTELx e comunicada ao vencedor através dos contactos indicados pelo mesmo na sua candidatura.

7.3. Nenhum membro do júri poderá ter obras suas a concurso.


8. Cada trabalho a concurso deverá ter entre um mínimo de 12 000 (doze mil) e um máximo de 17 000 (dezassete mil) caracteres, excluindo espaços, redigidos em tipo de letra Arial, corpo 12, a espaço e meio entre linhas.


9. Os trabalhos deverão obrigatoriamente ter um título, ser firmados apenas com pseudónimo e enviados acompanhados de um envelope fechado contendo no interior os elementos de contacto e de identificação do concorrente (e-mail, morada, telefone, fotocópia de BI/CC), e no exterior o título do trabalho e o pseudónimo adoptado para o concurso.






10. Os trabalhos a concurso devem ser enviados sempre sob pseudónimo, em ficheiro de texto para o correio electrónico contos@motelx.org e também, em formato de papel por correio registado com aviso de recepção para:

CTLX/MOTELx
Concurso Contos de Terror MOTELx 2015
R. Filipe Folque, 30, 6B, 1050-113
Lisboa - Portugal


11. O prazo limite para envio dos contos a concurso é dia 15 de Junho de 2015, fazendo fé a data de carimbo dos correios.

12. Nenhum dos trabalhos concorrentes a este prémio será devolvido, sendo automaticamente uma das cópias entregues integrada no acervo histórico do CTLX - Cineclube de Terror de Lisboa, a entidade organizadora do MOTELx - Festival Internacional de Cinema de Terror de Lisboa.


13. O não cumprimento de qualquer uma das regras do presente regulamento implica a exclusão imediata da candidatura.


14. O facto de concorrer implica a aceitação do regulamento na sua totalidade pelo candidato.


*

Fonte: Notícia e regulamento


Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário